Resenha: A Cura Mortal




Editora: Vergara & Riba
Autor: James Dashner
Páginas: 368
Sinopse: Por trás de uma possibilidade de cura para o Fulgor, Thomas irá descobrir um plano maior, elaborado pelo CRUEL, que poderá trazer consequências desastrosas para a humanidade. Ele decide, então, entregar-se ao Experimento final. A organização garante que não há mais nada para esconder. Mas será possível acreditar no CRUEL? Talvez a verdade seja ainda mais terrível... uma solução mortal, sem retorno.





          O livro de conclusão de uma trilogia ou de uma série é sempre algo difícil de se enfrentar. Existe um medo de que ele não vá ser satisfatório, ou que as coisas vão para um lado que você não gosta. Esses medos são ainda piores quando é uma série que você adora.
          Foi esse o meu caso ao pegar A Cura Mortal logo depois de terminar de ler Prova de Fogo. Felizmente, meus medos eram infundados: o livro foi bem diferente do que eu esperava, é verdade, mas eu fiquei feliz com a conclusão da trilogia de James Dashner.
A primeira coisa que eu gostaria de destacar sobre esse livro é que ele não é tão cheio de ação quanto os outros livros. A própria abordagem dele muda, uma vez que não se trata mais de uma prova de sobrevivência do CRUEL. Não vou entrar em detalhes para não dar spoilers do resto da série, porém eu diria que a trilogia se concluiu em um estilo parecido com o fim da trilogia Jogos Vorazes.
          Essa diminuição de ritmo não foi uma coisa ruim. Enquanto antes queríamos tentar entender o que estava acontecendo, o objetivo dos experimentos, e o que exatamente era o Fulgor, agora é a hora de enfrentar a realidade desse mundo e ver os protagonistas tentando se livrar definitivamente das garras do CRUEL. Existe uma grande carga de drama emocional, também. Mesmo já estando no terceiro livro, eu ainda não consegui me identificar ou sentir algo pelas personagens em si, porém as situações pelas quais elas passam são dignas de se refletir sobre.
          O tempo todo eu fiquei imaginando para o que aquilo tudo estava caminhando, qual seria o final. Embora muitos possam dizer que esse final foi decepcionante, talvez uma saída fácil, para mim ele se encaixou perfeitamente na realidade que havia sido apresentada. Acho que qualquer outra coisa, sim, teria parecido forçada.
          No final, eu acabei ficando feliz com a conclusão da trilogia. A Cura Mortal não teve o ritmo acelerado do livro anterior, porém me manteve virando as páginas sem parar da mesma maneira.

Classificação Final:


2 comentários:

  1. Oi, Thais.

    Amei a sua resenha, apesar de ser do terceiro livro você não deu spoilers. Eu tenho que ler logo o segundo pra chegar ao terceiro. Fiquei feliz em saber que o final foi satisfatório. Me deixou animada. E quero saber qual é esse final que as pessoas acharam uma saída fácil.

    Beijos.
    Visite: Paradise Books BR // Participe: Sorteio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Paula, eu sempre tento fazer minhas resenhas sem spoilers independente de qual for o livro, pra que dê pra saber se a série inteira é boa mesmo sem ter lido algum dele =D Tenho certeza de que você vai adorar o segundo e o terceiro livros de Maze Runner!

      Excluir

Quem escreve

Quem escreve
Thais Pampado. 20 anos. Escritora e estudante de Produção Editorial. Apaixonada por livros e por escrever. Lê praticamente qualquer gênero, mas tem uma paixão especial por fantasia e YA.
Tecnologia do Blogger.

Siga por e-mail

Leitores

2015 Reading Challenge

2015 Reading Challenge
Thais has read 0 books toward her goal of 100 books.
hide